Cerco golpista
Tentativa de tomar o controle da campanha de Lula, censurar suas falas em defesa de interesses da direita e uma permanente sabotagem dos “aliados”, que só querem se escorar em Lula para continuar servindo à burguesia, deixam cada vez mais claro a necessidade de deixar para trás essa política. A frente ampla com a direita golpista, de conciliação e rendição diante de setores que atuam exclusivamente na defesa dos seus próprios interesses. Elementos que não terão reservas de mudar para o lado de Bolsonaro, caso sejam “convocados” pela burguesia para derrotar Lula e todo o povo brasileiro. Uma política que ameaça colocar a campanha de Lula no caminho da desmoralização e da derrota. É preciso pôr um freio à essa situação, por meio de uma mobilização da esquerda classista, construindo Comitês de Luta, levantando um programa próprio em defesa das reivindicações dos trabalhadores diante da crise e de luta por Lula presidente, por um governo dos trabalhadores, sem patrões e sem golpistas
Por: Redação JCO

Edição da semana

Edições anteriores
Questões
Guardiões da democracia
O simples fato de terem respondido aos militares minuciosamente já mostra que os generais têm um poder muito grande
Por: Redação JCO
Polêmicas
Frente única com o imperialismo
A CSP-Conlutas, organizadora de derrotas da classe trabalhadora brasileira tentará trazer esses ensinamentos de como ser pelego de nazista da Ucrânia
Partido
Carta do Leitor
Internacional
Movimentos
Juventude
“Ordem na casa”
Para o empreendimento belicista que o imperialismo pretende levar adiante contra os povos ao redor mundo, buscando subjugá-los, os EUA primeiro necessitam controlar o que consideram seu “quintal”, a América Latina. Assim, a tentativa de formar um núcleo jovem no Brasil, a serviço do imperialismo
Por: Redação JCO
Mulheres
Negros
Sindical