Liberdade de expressão

“O PCO é um canal do povo para o povo que foi cerceado”

A Rádio Cultura AM 930 de Curitiba, em parceria com a Causa Operária TV, entrevistou Evson Malaquias, professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

O Programa Causa Operária, da Rádio Cultura AM 930 de Curitiba, em parceria com a Causa Operária TV, entrevistou Evson Malaquias, professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

“Se fala sobre várias coisas, mas o viés principal é a democracia, e como ela pode se tornar elástica de acordo com as vontades de quem agora está estabelecido no poder, que controla vários braços, começando pelo próprio PCO que teve seu direito cerceado, e foi tirado do ar, um canal do povo para o povo foi censurado”

A entrevista foi conduzida pelo jornalista Eduardo Vasco, do Programa Causa Operária. Confira abaixo:

Vasco: Professor, você enviou apoio ao PCO ante a censura que o partido sofreu, e acabou sendo atingido com o cerceamento à liberdade de expressão?

Prof: Lastimável censurar o PCO, fui um dos signatários (…), (…) No PCO não há ameaça à sociedade brasileira (…) princípio básico do próprio pensamento burguês, a liberdade de expressão.

Vasco: Você está sendo perseguido na UFPE por querer impedir a instituição de homenagear a ditadura militar?

Prof: Há uma mistura de temas (…) posicionamento político (…) o reitor pediu apoio a pessoas ligadas a Bolsonaro; a família Coelho deu apoio e ele conseguiu assumir… (…) apesar de ser de esquerda, tem uma origem aí de pessoas conservadoras.

No meu caso, (…) defendi mudança no nome do auditório do Centro de Educação, que é o nome do primeiro interventor, Carlos Maciel, (…) tornei público para o conselho departamental (…) e criou uma certa resistência de professores (…) o meu Departamento chegou a encaminhar uma nota pedindo a suspensão do debate (…) o meu Departamento é defensor de Paulo Freire.

Vasco: Você falou que isso daí se parece com uma “lava a Jato” da UFPE?

Prof: Tá parecendo(…)os procedimentos administrativos que a universidade toma são bastante questionáveis; por exemplo: até hoje minha advogada não tem direito ao processo, (…) até o meu processo está restrito pra mim, isso é uma arbitrariedade, minha advogada não consegue me proteger (…).

Vasco: Quais as consequências da comissão de sindicância?Prof: Estamos na Justiça, tivemos que recorrer à Justiça Federal porque o processo era ilícito desde o começo, por exemplo: eles já foram beneficiados, porque nós demos entrada com um mandado de segurança, eles não responderem (…), nós entramos com uma tutela de urgência, eles não responderam, quando perde o prazo, perde a causa (…) e não usa nem uma base legal para justificar seus atos de impedimento (…), a reitoria não torna público, é extremamente autoritária (…), a minha briga não é com a instituição, é  contra uma prática administrativa ilegal (…) para que outras pesoas nao passem o que eu estou passando.

Central de Vendas

Entre em contato pelo WhatsApp  11 99867-9315 ou pelo E-mail jcoadm29@gmail.com

Precisa de ajuda?

Em caso de dúvidas, ou se quiser recuperar seu “Usuário”, envie mensagem para 11 99867-9315 ou pelo E-mail jcoadm29@gmail.com

Faça já sua assinatura digital de Causa Operária:
  • Assinatura Mensal Digital Completa (por quatro semanas) por R$ 11,99 um único mês, você pode optar pela renovação automática, descontando R$ 11,99 todo mês da sua conta.
  • Assinatura Semestral Digital Completa (por vinte e quatro semanas) por R$ 64,99 pagamento único.
  • Assinatura Anual Digital Completa (por quarenta e oito semanas) por R$ 99,99 pagamento único.

Menu Principal

Ajuda, Dúvidas e Televendas