Mobilizar contra o jogo sujo contra Lula

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Na última semana, o reacionário jornal O Estado de S. Paulo deu a largada na temporada de baixarias, notícias falsas e distorcidas e puro mau-caratismo eleitoral contra o ex-presidente Lula.

Com dificuldades em impor-se sob o disfarce de “centro democrático”, a direita defensora da terceira via dá sinais de que nunca abandonou a política do velho antipetismo golpista, que estava apenas “adormecido”, esperando para se manifestar nos momentos decisivos do processo eleitoral que estão por vir.

O diário usa como pretexto o anúncio de que um contador, acusado pela ultra-tucana Polícia Civil de SP de lavar R$16 milhões para a organização criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), seria “ligado a Lula”.

Anunciado o suposto vínculo com base em serviços profissionais prestados há vários anos pelo acusado, o jornal discorre sobre os vínculos imaginários da família de Lula com o homem. Eis o tiro de largada, a temporada de mentiras e ilações fascistas ditas não pelo bolsonarismo, mas pelos autoproclamados paladinos da verdade, a grande e “democrática” imprensa capitalista.

A coordenação da campanha de Lula – ocupada também por elementos da direita e muito pressionada pelos “cavalos de Tróia” que se apóiam no prestígio do ex-presidente-, tem buscado jogar parada, na retranca, evitar polêmicas, evitar a mobilização das combativas bases que apóiam a candidatura de Lula, buscar apenas manter o desempenho atual. Com isso, deixa a campanha do candidato dos trabalhadores, mais sensível a estes ataques.

A situação, apresentada como vantajosa, confortável etc., que permitia – inclusive – que setores da direita de dentro da campanha (junto com os de fora, é claro) criticassem o próprio candidato quando este defendia posições mais combativas e necessárias para o povo (como a revogação da reforma trabalhista, o fim das privatizações etc.), agora – uma vez mais – ameaça colocar o candidato do PT em uma posição defensiva, como no passado, obrigado a se defender dessas e outras tresloucadas acusações, que a fábrica de mentiras e calúnias da direita colocará em movimento cada vez mais intenso, na medida em que nos aproximemos do pleito de outubro.

Se não passar à ofensiva contra essa direita, e continuar semeando a ilusão de que a direita que deu o golpe de Estado está disposta a uma disputa democrática, limpa etc., por certo, a campanha de Lula poderá ser forçada a dar “um combate morro acima”, em terreno de desvantagem. Tal qual ocorreu em outras etapas do golpe de Estado em que não passou à ofensiva e alimentou a ilusão de que a turba direitista seria contida por meio de acordos por dentro das carcomidas instituições do regime político.

Os bolsonaristas, como vemos pelo vereador Carlos Bolsonaro, chefe das tropas de Jair Messias nas redes sociais, estão em polvorosa, vibrando ao ver a terceira via juntar-se a eles na guerra contra Lula, comemorem pouco, os mesmos jornais tem munição guardada para o próprio Bolsonaro. Não tardará. Veremos, ao que parece mais cedo antes de mais tarde, a conspiração dos capitalistas para as eleições.

Enquanto Bolsonaro é acusado de estar envolvido na morte do jornalista e do pesquisador no Norte, Lula é acusado de estar envolvido com o crime organizado em São Paulo. Com uma perfídia apenas possível para os grandes monopólios de comunicação, nenhum jornal acusa nada disso, apenas dizem que estão “ligados”, Bolsonaro e garimpeiros, Lula e o PCC.

Isso, não por coincidência, simultaneamente com a finalização da chapa da terceira via, encabeçada por Simone Tebet (MDB), que deve ter como vice o senador Tasso Jereissati, do PSDB do Ceará.

O eleitor será bombardeado por todos os lados, com histórias fantásticas, crimes horrendos e atitudes imorais, o quadro eleitoral, onde Lula ganha de todas as formas, corre sérios riscos.

Aos companheiros do PT, apenas podemos alertar: ainda há tempo, chamem o povo às ruas, agora, antes que comece a torrente de mentiras!

O PCO o fará, na medida de suas capacidades, mesmo tendo de lutar em duas frentes, uma contra a perseguição do STF, outra para defender Lula. É preciso mobilizar a militância agora, será infinitamente mais difícil fazê-lo sob o fogo de artilharia da imprensa capitalista.

Central de Vendas

Entre em contato pelo WhatsApp  11 99867-9315 ou pelo E-mail jcoadm29@gmail.com

Precisa de ajuda?

Em caso de dúvidas, ou se quiser recuperar seu “Usuário”, envie mensagem para 11 99867-9315 ou pelo E-mail jcoadm29@gmail.com

Faça já sua assinatura digital de Causa Operária:
  • Assinatura Mensal Digital Completa (por quatro semanas) por R$ 11,99 um único mês, você pode optar pela renovação automática, descontando R$ 11,99 todo mês da sua conta.
  • Assinatura Semestral Digital Completa (por vinte e quatro semanas) por R$ 64,99 pagamento único.
  • Assinatura Anual Digital Completa (por quarenta e oito semanas) por R$ 99,99 pagamento único.

Menu Principal

Ajuda, Dúvidas e Televendas