República Popular de Lugansk: o novo Dia da Vitória está próximo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Eduardo Vasco, de Lugansk

O Ministério do Interior da República Popular de Lugansk (RPL) anunciou no dia 17 de maio a captura de 15 a 16 mil soldados ucranianos e mercenários na região das cidades de Severodonetsk e Lisichansk, no oeste do país.

Segundo o assistente do Ministério, Vitaly Kiselyov, há menos de 20 mil tropas ucranianas na região, o que contradiz o discurso de Kiev. Além disso, na cidade de Rubizhne, que já foi liberada das forças nazistas ucranianas, munição proibida foi encontrada em locais que indicam que elas estariam sendo usadas pelo inimigo.

Ele destacou, em declarações ao Canal 1 da Rússia, que a principal tarefa das Forças Armadas da Ucrânia nas proximidades de Severodonetsk e Lisichansk é a destruição da infraestrutura. “Demolir o máximo possível [de estruturas], causar danos e então jogar toda a culpa na Federação Russa ─ essa é a sua tarefa. Intimidar a população civil de tal modo que ela sinta medo por muitos anos”, disse.

A captura dos milhares de soldados ucranianos é um passo crucial e possivelmente definitivo para a tomada dessas duas cidades, que são as maiores da única região que ainda está sob controle ucraniano na RPL. Elas representam 5% do território que falta para ser libertado e tem havido uma dificuldade um pouco maior para a Milícia Popular de Lugansk e para as tropas russas ingressarem nessas cidades porque elas ficam em uma altitude elevada, portanto há vantagem para os ucranianos.

As estruturas que estão sendo destruídas pelas tropas ucranianas são principalmente as linhas de trem, pois aquela região é um importante entroncamento ferroviário que liga inclusive a cidades da República Popular de Donetsk. Além de impedir o acesso dos russos, a destruição dessas estruturas faz com que não seja possível a chegada de ajuda humanitária aos civis.

O fato de estarem destruindo a infraestrutura também indica o desespero das forças ucranianas, que já se encontram sitiadas pelas forças da RPL e da Rússia. Os combates em Severodonetsk e Lisichansk começam a apresentar vantagem para as forças de libertação e a captura da maioria dos soldados ucranianos indica que os dias de domínio nazista sobre qualquer palmo de terra pertencente à República Popular de Lugansk estão contados.

Como disse ainda neste dia 17 à reportagem do Diário Causa Operária em Lugansk um soldado russo que está combatendo em Severodonetsk: “nós vamos extirpar o fascismo da nossa terra.”

Um momento histórico está próximo. Após 8 anos de guerra defendendo sua independência declarada em 2014, o povo da República Popular de Lugansk finalmente poderá comemorar a libertação total de seu país do nazismo. Resta saber qual será o novo 9 de maio, o novo Dia da Vitória.

Central de Vendas

Entre em contato pelo WhatsApp  11 99867-9315 ou pelo E-mail jcoadm29@gmail.com

Precisa de ajuda?

Em caso de dúvidas, ou se quiser recuperar seu “Usuário”, envie mensagem para 11 99867-9315 ou pelo E-mail jcoadm29@gmail.com

Faça já sua assinatura digital de Causa Operária:
  • Assinatura Mensal Digital Completa (por quatro semanas) por R$ 11,99 um único mês, você pode optar pela renovação automática, descontando R$ 11,99 todo mês da sua conta.
  • Assinatura Semestral Digital Completa (por vinte e quatro semanas) por R$ 64,99 pagamento único.
  • Assinatura Anual Digital Completa (por quarenta e oito semanas) por R$ 99,99 pagamento único.

Menu Principal

Ajuda, Dúvidas e Televendas