Saque de supermercado mostra resultados do golpe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Cenas de um saque a um supermercado no bairro de Inhaúma, na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, tomaram conta das redes sociais desde o último dia 16. O estabelecimento, que pertence à rede Intercontinental Supermercados, foi ocupado por uma multidão de pessoas que procuravam carregar sobretudo itens básicos de alimentação.

Uma equipe policial do 3º BPM Méier foi acionada para averiguar a situação, mas quando chegou ao local os moradores envolvidos no episódio já haviam se dispersado.

O acontecimento, que se soma a muitos outros episódios recentes, marca mais uma vez a profunda crise capitalista do momento e figura como um reflexo direto do Golpe de Estado promovido em 2016 onde a carestia tornou-se uma realidade ainda mais dura para milhares de famílias nas periferias do País.

Apesar disso, surgiram na imprensa capitalista inúmeras teorias onde o desespero alimentar da população está sendo retratado como uma retaliação promovida por facções que disputam o controle do tráfico de drogas na região. A tentativa de mascarar a situação de miséria absoluta, onde inúmeras famílias se encontram , é um esforço diário dos monopólios de comunicação.

Também no Rio de Janeiro, que funciona como uma espécie de termômetro social tornou-se recorrente ver no noticiário que caminhões carregados com carne são saqueados por famílias de comunidades pobres da cidade. O produto virou artigo de luxo depois que os golpistas tomaram de assalto o controle do País.

Apesar do alarde da imprensa capitalista é preciso deixar claro que ocorrências como esta, que expõem a fome dos trabalhadores e suas famílias, não devem ser criminalizadas pelas organizações dos trabalhadores, independentemente de ter havido “incentivo” por parte de qualquer facção.

Absolutamente ninguém que esteja de barriga cheia se submete a uma humilhação como esta. O fato é que o povo está disposto a fazer esse tipo de coisa, desesperada, justamente pelo tamanho da crise capitalista no Brasil e em praticamente todo o continente latino-americano.

Os reflexos do golpe ainda estão apenas no início e por enquanto a reação da população está sendo apenas contra gôndolas de supermercados. A revolta, para a tranquilidade de muitos, ainda não chegou à jugular daqueles que colocaram a população nessa situação a serviço dos EUA e demais imperialistas.

O objetivo final desta trupe não é apenas condicionar o povo brasileiro a miséria absoluta e sem precedentes, sua missão é entregar todo e qualquer resquício de soberania do Brasil, seja ela alimentar, econômica, militar ou territorial, aos capitalistas estrangeiros e, para isso, vão deixar a população padecer à míngua.

a política neoliberal retomado com a “Ponte para o Futuro” de Temer e ampliado com Bolsonaro e Paulo Guedes – com apoio de toda a direita – é o principal responsável pela situação de miserabilidade na qual os trabalhadores se encontram.

A derrota deste programa, só é possível por meio da mobilização ampla e geral dos explorados por suas reivindicações contra a fome e pela derrota do regime atual, com o fora Bolsonaro e por Lula Presidente, única candidatura capaz de mobilizar a população em torno da derrubada das reformas antipopulares realizadas nos últimos anos e que ampliaram exponencialmente a crise social brasileira.

Central de Vendas

Entre em contato pelo WhatsApp  11 99867-9315 ou pelo E-mail jcoadm29@gmail.com

Precisa de ajuda?

Em caso de dúvidas, ou se quiser recuperar seu “Usuário”, envie mensagem para 11 99867-9315 ou pelo E-mail jcoadm29@gmail.com

Faça já sua assinatura digital de Causa Operária:
  • Assinatura Mensal Digital Completa (por quatro semanas) por R$ 11,99 um único mês, você pode optar pela renovação automática, descontando R$ 11,99 todo mês da sua conta.
  • Assinatura Semestral Digital Completa (por vinte e quatro semanas) por R$ 64,99 pagamento único.
  • Assinatura Anual Digital Completa (por quarenta e oito semanas) por R$ 99,99 pagamento único.

Menu Principal

Ajuda, Dúvidas e Televendas