“Modernização”

Correios: gastar para privatizar

Em reunião no BNDES com a presença do presidente dos Correios, general Floriano Peixoto, do próprio presidente do BNDES, Gustavo Montesano e de Paulo Guedes, foi acertada a entrega da empresa da maneira mais vantajosa possível à rapina da burguesia
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Quando se trata de liquidar com o patrimônio do povo, a engenhosidade dos golpistas de plantão – bolsonaristas e não bolsonaristas – não tem limites.

Em reunião no BNDES, que contava, entre outros, com a presença do ministro da Economia Paulo Guedes, o presidente dos Correios general Floriano Peixoto; o próprio presidente do BNDES Gustavo Montesano e os responsáveis pelos “estudos” de privatização (os próprios interessados), foi acertada a indicação, por parte do BNDES, da contratação do Consórcio Brasil, que será responsável pelo serviço de due diligence, pomposo nome que não quer dizer mais do que como entregar uma empresa bilionária de uma maneira que seja mais vantajosa para os interessados.

Em outra palavras, se vê o grau de desfaçatez e o cinismo do governo: vai pagar para que o Consórcio Brasil maqueie o processo de entrega da empresa, como admitiu o próprio ministro Guedes ao afirmar que o lucro de R$1,5 bilhão dos Correios “Deixando [deixou] a empresa pronta para sua modernização”(site gov.br, 27/9).

A cada dia sem mobilização da categoria é um ponto a menos para os trabalhadores, as maiores vítimas da sanha entreguista do governo. 

Ainda é perfeitamente possível organizar a luta contra a privatização que, pelo calendário do governo, está prevista para o início de 2022, mas para que isso ocorra é necessário uma outra política por parte das direções do movimento dos Correios.

Não será nos corredores do Senado e menos ainda nos salões dos aeroportos, mas com a mobilização e a greve com ocupação que será possível barrar a privatização.

É necessário um imediato encontro nacional presencial da categoria, amplo, massivo, que arme os trabalhadores com um plano de luta, que prepare a ocupação dos prédios, mas que coloque, também, a devolução de todas as conquistas roubadas da categoria justamente para atender o processo de privatização.

Central de Vendas

Entre em contato pelo WhatsApp  11 99867-9315 ou pelo E-mail jcoadm29@gmail.com

Precisa de ajuda?

Em caso de dúvidas, ou se quiser recuperar seu “Usuário”, envie mensagem para 11 99867-9315 ou pelo E-mail jcoadm29@gmail.com

Faça já sua assinatura digital de Causa Operária:
  • Assinatura Mensal Digital Completa (por quatro semanas) por R$ 11,99 um único mês, você pode optar pela renovação automática, descontando R$ 11,99 todo mês da sua conta.
  • Assinatura Semestral Digital Completa (por vinte e quatro semanas) por R$ 64,99 pagamento único.
  • Assinatura Anual Digital Completa (por quarenta e oito semanas) por R$ 99,99 pagamento único.

Menu Principal

Ajuda, Dúvidas e Televendas